• Anuncie Aqui

Brasileiro lança franquias de lanchonete em Dubai

publicado em 29 de agosto de 2017

The Açaí Spot, primeira cafeteria especializada em açaí do emirado, virou franquia. Objetivo é abrir de 30 a 50 lojas nos próximos cinco anos.

Nas próximas semanas a primeira unidade franqueada do The Açaí Spot, cafeteria criada pelo brasileiro Marcio Saboya em Dubai, será inaugurada no Dubai International Financial Centre (DIFC), a zona financeira do emirado. É o primeiro passo para a expansão da marca, que pretende ter de 30 a 50 lojas no Oriente Médio nos próximos cinco anos.

Foi num voo de Dubai para São Paulo, quando Saboya ainda era comissário de bordo da Emirates Airlines, que surgiu a ideia de abrir uma cafeteria especializada em açaí nos Emirados Árabes Unidos. O trabalho na companhia aérea que fez o brasileiro, nascido em São Vicente (SP), mudar-se para Dubai em 2008.

(mais…)

Temer vai à China para impulsionar exportações e atrair investimentos

publicado em 29 de agosto de 2017

Está prevista a assinatura de atos bilaterais em áreas como infraestrutura, saúde, cultura e tecnologia

Para aumentar as exportações e atrair mais investimentos para o Brasil, o presidente da República, Michel Temer, embarca nesta terça-feira (29) para uma viagem oficial à China. Segundo o porta-voz da presidência, Alexandre Parola, está prevista a assinatura de atos bilaterais em áreas como infraestrutura, saúde, cultura e tecnologia.
Em 1º de setembro, o presidente fará uma visita a Pequim a convite do presidente chinês, Xi Jinping. De 3 a 5, ele participa da 9ª Cúpula do Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) na cidade de Xiamen.

Durante a viagem oficial, Temer se reunirá na capital chinesa com o presidente Xi Jinping e o primeiro-ministro Li Keqiang. Como objetivo do encontro, o desenvolvimento e a geração de empregos no Brasil. “O presidente Temer estará empenhado em fortalecer essa relação”, explicou Parola.

(mais…)

Balança comercial: quarta semana de agosto tem superávit de US$ 2,1 bilhões

publicado em 28 de agosto de 2017

No ano, as exportações chegam a US$ 142,6 bilhões e as importações, a US$ 95,4 bilhões, com saldo positivo de US$ 47,2 bilhões

A quarta semana de agosto teve superávit de US$ 2,1 bilhões, resultado de exportações de US$ 5,1 bilhões e importações de US$ 2,9 bilhões. No ano, as vendas externas chegam a US$ 142,6 bilhões e as compras a US$ 95,4 bilhões, com saldo positivo de US$ 47,2 bilhões.

Nas exportações, comparadas as médias da quarta semana do mês (US$ 852,1 milhões) com a de agosto do ano passado (US$ 738,5 milhões), houve crescimento de 15,4%, em razão do aumento nas vendas de produtos básicos (24,5%, por conta, principalmente, de soja em grãos, milho em grãos e petróleo em bruto), de produtos manufaturados (9,5%, em razão de automóveis de passageiros, laminados planos de ferro e aço e óleos combustíveis) e de produtos semimanufaturados (8,3% em razão de celulose, semimanufaturados de ferro e aço e açúcar em bruto).

Na comparação com julho de 2017, houve queda de 4,7%, em virtude da diminuição nas vendas de produtos manufaturados (-10,3%) e básicos (-1,8%), enquanto que cresceram as vendas de produtos semimanufaturados (2,4%).

(mais…)

MDIC dá 10 dicas para exportar serviços com sucesso

publicado em 28 de agosto de 2017

Publicação traz informações para empreendedores entrarem e se fortalecerem no comércio internacional de serviços e intangíveis

A Secretaria de Comércio e Serviços do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) elaborou o Guia Básico para Exportação de Serviços. uma ferramenta que dá dicas para empresas interessadas em exportar serviços e inatingíveis terem sucesso no comércio exterior. A publicação traz, de forma sintética, informações atualizadas e essenciais para a participação de empresas e empreendedores brasileiros no comércio internacional de serviços e intangíveis.

A ideia do MDIC é levar para o exterior o potencial das empresas brasileiras do setor de comércio e serviços, que representaram, em 2016, 73,3% da participação no valor adicionado ao PIB do país. Em 2016, a exportação de serviços rendeu US$ 18,5 bilhões de faturamento para cerca de 12 mil empresas brasileiras, mas o Brasil ocupa apenas a 32ª posição entre os exportadores de serviços no mundo. “Exportar serviços ou internacionalizar uma empresa é uma maneira de diversificar mercados, reduzir a dependência com relação ao mercado interno, aumentar a produtividade e a capacidade inovadora”, afirma o secretário de Comércio e Serviços do MDIC, Marcelo Maia. “Existe enorme potencial a ser explorado”, ressalta.

(mais…)

Brasil e Japão discutem comércio e investimentos em Curitiba

publicado em 28 de agosto de 2017

Executivos da indústria e representantes de governo dos dois países debaterão agenda para ampliar oportunidades de comércio, de cooperação de investimentos em setores estratégicos da economia

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) e sua congênere japonesa, Keidanren, reunirão líderes do setor empresarial e representantes de governo para discutir oportunidades de cooperação e de estreitamento das relações econômicas entre os dois países. Realizada em parceria com a Federação das Indústrias do Estado do Paraná (FIEP), a 20ª Reunião Conjunta do Comitê de Cooperação Econômica Brasil-Japão ocorrerá em 28 e 29 de agosto, em Curitiba.

Nos dois dias de encontro, cerca de 300 representantes de empresas e de governo dos dois países discutirão uma agenda de iniciativas e medidas com potencial de estimular o comércio e o investimento bilateral. O evento analisará os cenários econômicos de Brasil e Japão, possíveis medidas de melhora do ambiente de negócios e oportunidades nos setores infraestrutura, energia e agronegócio.

(mais…)

Mamão brasileiro chega a supermercado de Dubai

publicado em 25 de agosto de 2017

A Interfruit Alimentos envia todas as semanas três paletes de mamão papaia e formosa para a rede Spinneys dos Emirados Árabes Unidos.

Todas as semanas um contêiner cheio de frutas brasileiras embarca em um avião rumo a Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. Dentro do recipiente, junto a limões, mangas e outras frutas compradas pela importadora responsável pelo embarque, acompanham três paletes de mamão, das espécies papaia e formosa, produzidos pela Interfruit Alimentos.

A rotina já dura três anos, segundo o responsável pela área comercial da empresa, Fábio de Oliveira Gomes. “Atendemos a rede de supermercados Spinneys, mas a exportação é feita por uma trading porque eles consolidam mais de um produto no mesmo envio, viabilizando a importação pelo supermercado”, explica.

Apesar de pouco representativo, os envios semanais a Dubai são considerados importantes pelo executivo, que almeja ampliar participação naquele mercado. A tarefa não é das mais fáceis, uma vez que as frutas importadas do sudeste asiático são mais competitivas, mais próximas e conseguem oferecer preços mais baixos na região

(mais…)

Acordo Mercosul – Colômbia deverá intensificar exportações

publicado em 25 de agosto de 2017

Foi assinado, no dia 21 de julho, o acordo Mercosul-Colômbia, que reduzirá a zero as tarifas de exportação para a Colômbia de todos os itens da cadeia têxtil e de confecção, trazendo novas perspectivas para a relação comercial entre os países do bloco econômico. O acordo de livre comércio promete beneficiar as exportações brasileiras para a Colômbia, que é um dos sete países-alvo no biênio 2017/2019 do Texbrasil – Programa de Internacionalização da Indústria Têxtil e de Moda Brasileira, resultado de uma parceria entre a Abit e a Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos).

A Colômbia sempre ocupou um lugar de destaque nas ações da produtora de índigo e brins Vicunha Têxtil, que desde 2002 participa da Colombiatex com o apoio do Texbrasil e, atualmente, conta com escritório comercial e showroom na cidade de Medellín, para atender mais diretamente os mercados regionais do país. O gerente de exportação da Vicunha, José Otavio de Souza, revela que a perspectiva é de crescimento. “A retirada desse imposto contribuirá para que nossos produtos fiquem mais competitivos e acreditamos que poderemos aumentar nosso market share. Estaremos atentos a outras ações que permitam capitalizar o crescimento de nossa participação nesse mercado de quase 50 milhões de habitantes”, comenta.

(mais…)

Camex reajusta tarifa de importação de etanol

publicado em 24 de agosto de 2017

Alíquota zero foi mantida para cota de 600 milhões de litros. Acima desse volume, será aplicada taxa de 20%

A Câmara do Comércio Exterior (Camex) aprovou, por unanimidade, nesta quarta-feira (23), a criação da cota de 600 milhões de litros de etanol livre de tarifa de importação. Acima desse volume, será aplicada tarifa de 20%.

O limite de importação será controlado pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) a cada três meses. A medida terá duração de 24 meses e, após esse prazo, será novamente avaliada pela Camex.

De janeiro a junho deste ano, o Brasil já importou 1,3 bilhão de litros de etanol, com aumento de 320% em relação a 2016, quando foram importados 832 milhões de litros. A importação com alíquota zero vinha prejudicando, principalmente, os produtores do Nordeste, para onde se destinava a maior parte do produto vindo dos Estados Unidos. De acordo com representantes do setor produtivo na região, mais de 70% do consumo local era suprido com etanol importado, afetando a formação de preços, mas sem que isso trouxesse benefícios na ponta, ao consumidor.

(mais…)

ACORDO PIONEIRO NO PORTO DE SANTOS AMPLIA COMBATE ÀS EMERGÊNCIAS COM CARGAS PERIGOSAS

publicado em 23 de agosto de 2017

O projeto, pioneiro, ganha maior importância por ocorrer justamente no maior complexo portuário do País.

O número de sinistros de grandes proporções com cargas perigosas no Porto de Santos deverá cair substancialmente, a depender do acordo firmado no Porto de Santos, no último 21/08. É que o termo de cooperação técnica, assinado pela Associação Brasileira da Indústria Química (ABIQUIM), Associação Brasileira de Terminais e Recintos Alfandegados (ABTRA), a empresa Suatrans e a Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), consiste em inserir as informações do Manual de Atendimento a Emergências com Produtos Perigosos, da Abiquim, no Banco de Dados de Produtos Perigosos, criado pelo Grupo de Trabalho de Prevenção de Sinistro (GTPS) no Porto de Santos e locado na Janela única Portuária (JUP/ABTRA).

Esse banco de dados, criado há sete meses pelo GTPS sob a coordenação da Antaq, replica as informações sobre a localização exata das cargas perigosas nos terminais, de modo que, na iminência de um incidente, os técnicos da Unidade de Segurança do Porto podem acessá-las imediatamente e informar o Corpo de Bombeiros.

(mais…)

Indústria quer acordo para evitar dupla tributação com o Paraguai

publicado em 23 de agosto de 2017

Brasil e Paraguai precisam negociar um acordo para evitar a dupla tributação a empresas brasileiras que operam no país vizinho, defende a Confederação Nacional da Indústria (CNI). As prioridades do setor industrial foram apresentadas nesta segunda-feira (21) ao presidente do Paraguai, Horacio Cartes, que foi recebido na sede da CNI por empresários, representantes setoriais e parlamentares.

O Brasil é o principal investidor no Paraguai em número de projetos, principalmente nos setores de alimentos, tabaco, construção civil, serviços financeiros, transporte, têxtil, tecnologia da informação e máquinas e equipamentos. O acordo teria impacto positivo nas operações de pagamentos de serviços e royalties. “Esta medida certamente vai contribuir para melhorar o ambiente de negócios e nosso fluxo comercial”, afirmou Sergio Longen, presidente da Federação das Indústrias do Estado do Mato Grosso do Sul (FIEMS), que conduziu o encontro. Atualmente, no âmbito do Mercosul, o Brasil só tem um tratado desta natureza com a Argentina.

(mais…)

  • Anuncie Aqui

Página 5 de 237« Primeira...34567...102030...Última »