• Anuncie Aqui

Brasil tem atendido solicitações que facilitam o Acordo Mercosul e UE

publicado em 31 de outubro de 2017

O Brasil tem atendido demandas dos europeus que facilitam o Acordo entre o Mercosul e a União Europeia, disse nesta terça-feira (31), o ministro Blairo Maggi (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) a parlamentares que recebeu em reunião, representando os dois blocos econômicos. “Da nossa parte, temos todo o interesse de que o acordo ande e seja bom para os dois lados”, disse o ministro, que solicitou aos europeus o atendimento de reivindicações apresentadas pelo Brasil.

O ministro lembrou que, após a visita que fez ao parlamento da UE, em janeiro deste ano, muitas reivindicações foram contempladas pelo governo brasileiro. Por exemplo, a liberação para a entrada de carne de coelho da Espanha, peras da Bélgica, produtos lácteos e carne suína dos Países Baixos e pescados de Portugal.

Apesar de ainda haver impasses e pendências, os representantes europeus asseguraram que a maioria dos deputados tem interesse em fechar acordo com o Mercosul. Uma das discussões em curso está relacionada à aprovação de indicações geográficas em produtos similares produzidos na América do Sul e Europa e que se encontram em consulta pública.

(mais…)

Indústria brasileira perde espaço no mercado mundial, informa estudo da CNI

publicado em 31 de outubro de 2017

Fatia do Brasil na produção e nas exportações mundiais de manufaturados diminui e país fica atrás dos principais competidores internacionais

As participações do Brasil na produção e nas exportações de produtos manufaturados mostram que o país está perdendo importância na economia global. Em dez anos, a participação do Brasil caiu tanto na produção como nas exportações mundiais. A fatia das exportações brasileiras de produtos manufaturados no total mundial diminuiu 0,24 ponto percentual entre 2005 e 2015 e ficou em 0,58%. Enquanto isso, a participação da China aumentou 8,83 pontos percentuais e, a da Coreia do Sul, cresceu 0,55 ponto percentual informa o estudo Desempenho da Indústria no Mundo, feito pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), com base em estatísticas da Organização Mundial do Comércio (OMC).

Além disso, nos últimos dez anos a participação brasileira na produção mundial de manufaturados caiu 0,9 ponto percentual. Passou de 2,74% em 2006 para 1,84% em 2016. No mesmo período, a fatia da indústria chinesa cresceu 11,80 pontos percentuais e, a da Coreia do Sul, 0,56 ponto percentual. “Os dois indicadores mostram que o Brasil está perdendo capacidade de competir no mercado mundial de produtos manufaturados”, afirma o gerente-executivo de Política Econômica da CNI, Flávio Castelo Branco.

(mais…)

Oportunidades nos Emirados Árabes para empresas de construção

publicado em 30 de outubro de 2017

As empresas brasileiras do setor de construção podem se inscrever para participar do seminário “Oportunidades e Perspectivas Comerciais para os Emirados Árabes Unidos no Setor de Construção” promovido pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) no dia 23 de novembro, em São Paulo (SP). As inscrições estão abertas até o dia 17 de novembro.

Pela manhã, o encontro será voltado para empresas do setor de Casa e Construção, e vai mostrar aspectos da economia dos Emirados Árabes Unidos, principais projetos de construção civil em execução e alguns planejados para o país. Na ocasião, será apresentado também o estudo de Inteligência de Mercado desenvolvido pela Agência em Dubai.

À tarde, empresas que trabalham com rochas ornamentais e revestimentos cerâmicos serão o foco do evento. Haverá um workshop, de 14h às 17h, com informações de mercado específicas do setor e apresentação das principais oportunidades nos Emirados Árabes Unidos para as empresas brasileiras exportadoras desses produtos.

(mais…)

Empresas brasileiras de alimentos participam da World Food India

publicado em 30 de outubro de 2017

A World Food India, feira de alimentos e bebidas que acontece entre 3/11 e 5/11, em Nova Delhi, capital da Índia, receberá uma delegação de nove empresas brasileiras organizada pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) em parceria com a Embaixada do Brasil no local. O estande brasileiro terá cerca de 135m² para exposição de produtos e realização de reuniões de negócios.

O principal objetivo da feira é criar uma plataforma global que atenda as demandas do mercado indiano, de forma a reforçar a cooperação técnica e a atração de investimentos para a indústria de processamento de alimentos. A Índia tem atualmente mais de 1,5 bilhão de consumidores.

(mais…)

Brasil busca negócios na Web Summit 2017, em Portugal

publicado em 29 de outubro de 2017

Delegação liderada pela CNI e Apex-Brasil participa da maior conferência de tecnologia do mundo

A indústria brasileira de tecnologia da informação e comunicação, liderada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), por meio da Rede Brasileira de Centros Internacionais de Negócios (Rede CIN), e pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações (Apex-Brasil), quer fazer negócios durante a maior conferência de tecnologia do mundo, a Web Summit, que acontece em Lisboa, Portugal, entre 6 e 9 de novembro. A missão conta com a parceria com a Associação Brasileira dos Agentes Digitais (Abradi) e o Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas e à Inovação (Iapmei), de Portugal.

A delegação brasileira é formada por 27 empresas e startups de cinco estados brasileiros: Distrito Federal, Minas Gerais, Paraná, São Paulo e Rio Grande do Sul. A expectativa é que as empresas fechem pelo menos US$ 3 milhões em negócios e firmem parcerias para atrair investimentos. Antes da conferência, o grupo participará de visitas técnicas e encontros com autoridades portuguesas para identificar oportunidades de negócios no país.

(mais…)

MDIC projeta saldo comercial entre US$ 65 e US$ 70 bilhões para este ano

publicado em 27 de outubro de 2017

Previsão do superávit foi revisada para cima em virtude do bom desempenho das exportações, que acumulam alta de quase 20%

Diante do bom desempenho da balança comercial brasileira, o ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira, orientou sua equipe a estudar novas projeções para 2017. A expectativa agora é de que a balança feche o ano com um superávit que pode variar entre US$ 65 bilhões e US$ 70 bilhões. A previsão anterior era de um saldo acima de US$ 60 bilhões.

Os números refletem, principalmente, o desempenho das exportações brasileiras, cuja alta acumulada no ano é de quase 20%, com vendas externas expressivas puxadas por automóveis, veículos de carga, produtos siderúrgicos, produtos do agronegócio e commodities minerais. Na próxima quarta-feira (1º), o MDIC anunciará os dados do mês de outubro e também do período acumulado de dez meses no ano.

Segundo o secretário de Comércio Exterior do MDIC, Abrão Neto, “em termos absolutos, a exportação apresenta aumento de US$ 25 bilhões, entre janeiro e setembro, na comparação com o mesmo período de 2016”. No ano passado, até setembro, as exportações eram de US$ 139,4 bilhões e, no mesmo período deste ano, subiram para US$ 164,6 bilhões.

(mais…)

Porto de Santos supera marca mensal de 12 milhões t pela terceira vez neste ano

publicado em 27 de outubro de 2017

Movimentação acumulada aponta para novo recorde anual

O Porto de Santos ultrapassou, pela terceira vez neste ano, a marca mensal de 12 milhões de toneladas, atingindo em setembro 12.243.774 t, registrando o segundo melhor movimento mensal de sua história, atrás, apenas, de agosto de 2017 (12.342.511 t). O aumento de 23,6% verificado sobre setembro do ano passado (9.906.676 t) elevou o movimento acumulado no ano para 97.683.917 t, um crescimento de 10,3% sobre o mesmo período de 2016 (88.528.388 t). Com isso, a expectativa é ultrapassar, com folga, o recorde anual registrado em 2015 (119.931.880 t).

As exportações, no mês, somaram 8.977.803 t, um crescimento de 30,8% sobre os embarques realizados no mesmo período do ano anterior (6.865.682 t). No acumulado do ano esse fluxo de carga atingiu 71.094.523 t, um aumento de 9,3% sobre o mesmo período de 2016 (65.042.296 t).

As importações totalizaram 3.265.971 t, um aumento de 7,4% sobre setembro/2016 (3.040.994 t). Já as descargas acumuladas no ano ficaram em 26.589.394 t, elevando em 13,2% o movimento verificado de janeiro a setembro do ano passado (23.486.092 t).

(mais…)

Exportações de máquinas cresceram 32,8% em setembro

publicado em 26 de outubro de 2017

Vendas da indústria de bens de capital avançaram 33% no mês passado e 9,4% no acumulado do ano, em comparação com os mesmos períodos de 2016.

As exportações brasileiras de máquinas e equipamentos cresceram 32,8% em setembro, comparado com o mesmo mês de 2016. Dados divulgados pela Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq) nesta quarta-feira (25) apontam que as fabricantes do setor faturaram US$ 813 milhões com as vendas externas no mês passado. O valor, entretanto, ficou 2,7% abaixo das receitas com os embarques em agosto.

No acumulado do ano, a indústria brasileira de bens de capital registrou um aumento de 9,4% nas exportações, alcançando US$ 6,5 bilhões. Para a Abimaq, além do recuo na demanda do mercado doméstico, melhorou a atividade no mercado internacional.

(mais…)

Fabricantes de autopeças brasileiros buscam negócios nos EUA

publicado em 26 de outubro de 2017

O Sindicato Nacional de Componentes para Veículos Automotores (Sindipeças) levará 14 fabricantes brasileiros de autopeças para a AAPEX 2017, feira mundial de reposição automotiva, que ocorre em Las Vegas (EUA), de 31 de outubro a 2 de novembro. A participação de fabricantes locais no estande coletivo da entidade é coordenada pelo projeto Brasil Auto Parts – Trusted Partners, parceria do Sindipeças com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

As empresas no pavilhão brasileiro são Autolinea, DS, Duroline, Hipper Freios, Lontra, Luciflex, Mastra, Max Gear, Shana, Suporte Rei, Tecfil, Tecnomotor, Urba-Brosol e Vannucci. Outro fabricante local, a Fremax, estará em estande individual. Na edição de 2016, visitaram a mostra 16 mil compradores de 140 países.

As exportações brasileiras de autopeças este ano devem totalizar cerca de US$ 7 bilhões, 6,7% mais que em 2016, segundo estimativas do Sindipeças.

(mais…)

Empresas brasileiras participarão da Sial Oriente Médio

publicado em 26 de outubro de 2017

Feira da indústria alimentícia ocorre de 12 a 14 de dezembro em Abu Dhabi. Empresas brasileiras podem se inscrever até o dia 29 de outubro. Câmara Árabe apoia a iniciativa.

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e o Itamaraty vão promover a participação do Brasil na Sial Oriente Médio, feira da indústria alimentícia que será realizada de 12 a 14 de dezembro em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos. A iniciativa tem apoio da Câmara de Comércio Árabe Brasileira e da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

O pavilhão do País terá 108 metros quadrados e empresas nacionais interessadas em participar podem se inscrever até 29 de outubro. Segundo o diretor do Departamento de Promoção Internacional do Agronegócio do Mapa, Evaldo da Silva Júnior, a ideia é que cerca de dez empresas participem como expositores fixos e outras quinze como participantes rotativos, ou seja, que usem o estande como ponto de apoio para reuniões com clientes e outros compromissos.

“Nós fizemos isso na Fruit Atracction e com este modelo conseguimos atender mais gente”, disse Silva, referindo-se à Feira Internacional do Setor de Frutas e Hortaliças realizada este mês na Espanha, onde o pavilhão brasileiro seguiu o sistema de expositores fixos e rotativos.

(mais…)

  • Anuncie Aqui

Página 4 de 248« Primeira...23456...102030...Última »