• Anuncie Aqui

Consórcio estimula negócios e desenvolvimento tecnológico entre Brasil e Europa

publicado em 9 de dezembro de 2017

Empresários em Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro poderão contar com um serviço para facilitar contatos para negócios na Europa e desenvolver tecnologia.

Um grupo de quatro instituições brasileiras e oito europeias (da Alemanha, Portugal, Bélgica, Áustria, Espanha e Turquia) uniu-se em consórcio para estimular pesquisa, inovação e a realização de negócios entre Brasil e Europa.

As instituições brasileiras são o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), a Universidade de Campinas (Unicamp), a Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento em Empresas Inovadoras (Anpei) e o Conselho Nacional de Fundações de Amparo à Pesquisa (Confap).

A União Europeia vai investir 3 milhões de euros para implantação da Rede Europeia de Centros e Redes de Pesquisa e Inovação (Enrich, sigla em inglês), que já existe nos Estados Unidos e na China. O primeiro escritório foi inaugurado em Brasília, no final de novembro. Outros dois serão montados em São Paulo e no Rio de Janeiro. O Enrich no Brasil começa a funcionar em 2018, segundo a Confederação Nacional da Indústria (CNI).

(mais…)

APEX-BRASIL PREVÊ BONS RESULTADOS NO COMÉRCIO EXTERIOR DO BRASIL

publicado em 9 de dezembro de 2017

Em encontros com jornalistas realizado nestas quinta e sexta-feira (7 e 8/12), em São Paulo e em Brasília, o presidente da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), Roberto Jaguaribe, apresentou uma avaliação das ações da Agência em 2017 e expressou otimismo em relação ao comércio exterior brasileiro para 2018. Jaguaribe abriu os encontros lembrando que, depois de dois anos negativos, a economia brasileira exibe sinais de recuperação, o que se reflete também nas exportações. “No ano passado, o Brasil fechou exportações de US$ 185 bilhões e, este ano, em novembro já havíamos chegado aos US$ 200 bilhões, de modo que as expectativas são positivas”, comentou. Em 2017, a Apex-Brasil atendeu a mais de 11 mil empresas que exportaram US$ 51,6 bilhões até outubro, o equivalente a 28,1% do total vendido pelo Brasil ao mundo.

O presidente da Agência também destacou o trabalho feito ao longo do ano para atração de investimentos estrangeiros para o país. “Ao longo deste ano, ampliamos a parceria com ministérios e outros órgãos de governo e realizamos ações importantes, principalmente em parceria com a Secretaria do Programa de Parceria em Investimentos (PPI), com foco na atração de investimentos para infraestrutura”, explicou. Um exemplo foi o Brazil Investment Forum, evento realizado em maio em SP que contou com mais de 1200 participantes e investidores de peso de diversos países. Ao todo, foram 38 eventos voltados a prospecção de investidores, em locais como China, Espanha, Estados Unidos e Alemanha, entre outros.

(mais…)

Siscoserv Dash tem nova versão

publicado em 8 de dezembro de 2017

Além dos principais serviços comercializados e os mais importantes parceiros comerciais, a ferramenta disponibiliza informações de venda e aquisição de serviços por UF

A consulta de dados de comércio exterior de serviços está mais completa. A Secretaria de Comércio e Serviços (SCS), do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), lançou, no último dia 5 de dezembro, a segunda versão do Siscoserv Dash, uma ferramenta que simplifica a visualização dos dados extraídos a partir das operações registradas no Sistema Integrado de Comércio Exterior de Serviços e Intangíveis (Siscoserv).

Além das perspectivas de visualização pelos principais serviços comercializados e os mais importantes parceiros comerciais brasileiros, disponíveis desde a primeira versão, a segunda versão, desenvolvida por servidores da própria secretaria, incorpora um novo mecanismo de filtro que permite ao usuário analisar os dados pelas unidades da Federação (UF).

(mais…)

Apex-Brasil cria estratégia de atuação com embaixadas

publicado em 8 de dezembro de 2017

Agência terá o setor comercial das embaixadas na elaboração de seus projetos setoriais. Em balanço de 2017, presidente da Apex contou que empresas apoiadas responderam por 28% da exportação brasileira.

A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) vai trabalhar de forma próxima do Setor Comercial (Secom) das embaixadas brasileiras no exterior. A estratégia foi detalhada nesta quinta-feira (7) pelo presidente da agência, Roberto Jaguaribe, em um encontro com jornalistas no Hotel Renaissance, em São Paulo, para um balanço das ações realizadas em 2017 e apresentação de projetos de 2018.

No exterior, a Apex-Brasil já costuma ter apoios e parcerias das embaixadas para suas ações. A agência trabalha a promoção das exportações brasileiras por projetos setoriais e os Secoms serão agora integrados na elaboração deles, “com vistas a absorver o conhecimento que eles têm de cada mercado em que estão situados”, disse Jaguaribe. Segundo o presidente, um primeiro projeto em que os Secoms foram chamados a opinar, do setor de arroz, já obteve uma mudança importante na percepção de mercados de relevância para o segmento.

(mais…)

Startups brasileiras participam de demoday em Paris

publicado em 7 de dezembro de 2017

Evento faz parte da agenda do StartOut Brasil, novo programa de internacionalização de startups do governo federal

Paris (7 de dezembro) – Empreendedores brasileiros de 14 startups participaram, nesta quinta-feira (7), de um demoday com cinco investidores em Paris. No evento, os empresários que integram a primeira missão do StartOut Brasil, novo programa de internacionalização de startups do governo, tiveram quatro minutos para apresentar suas aplicações, as soluções que desenvolveram e a equipe das empresas.

Na bancada de investidores, estavam Patrick Azzopardi, da Build UP & Velours Capital; Ben Ferrari, da Imprimatur Capital; Arnaud Leurent, da Idinvest; Victor Drault, da Bregga Ventures; e Dominique Rencurel, da 360 Partners.

Para Norton Ritzmann, da Checkmob (plataforma de gestão de serviço de campo), a oportunidade de apresentar sua solução a investidores franceses é dos pontos principais da missão de internacionalização. “Sem o programa nós levaríamos um ano ou dois pra vir pra França. O StartOut Brasil acelera o processo de internacionalização. Quando você tem de demonstrar seu negócio para investidores estrangeiros, passa a considerar novas possibilidades fora do seu mercado”, destacou.

(mais…)

Indústria têxtil registra crescimento de 3,5% em 2017

publicado em 7 de dezembro de 2017

A indústria têxtil deve encerrar 2017 com crescimento 3,5% na produção de vestuário, alcançando 5,9 bilhões de peças. Já a produção têxtil deverá crescer 4,2%, com 1,77 milhão de toneladas. Segundo dados da Associação Brasileira da Indústria Têxtil (Abit), o varejo de vestuário vai fechar o ano com 6,71 bilhões de peças vendidas, 6,5% a mais do que em 2016. O faturamento deve chegar a R$ 144 bilhões, superando os R$ 137 bilhões do ano passado.

De acordo com o balanço da entidade, os investimentos do setor em 2017 chegaram a R$ 1,9 milhão e foram gerados 3,5 mil postos de trabalho, totalizando 1,48 milhão de pessoas empregadas no setor.

As exportações do setor vão encerrar 2017 em 190 mil toneladas, o que representa uma queda de 5% na comparação com 2016. No entanto, considerando o faturamento, o comércio para o mercado externo cresceu e alcançou US$ 1 bilhão. Já as importações tiveram aumento tanto na quantidade (22%, com 1,34 mil toneladas) quanto nos valores (21%, com US$ 5,1 bilhões). A importação de vestuário aumentou em 62%, com 920 milhões de peças o que gerou US$ 1,72 bilhão.

(mais…)

INSCRIÇÕES ABERTAS PARA MISSÃO DE INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS PARA PERU E COLÔMBIA

publicado em 7 de dezembro de 2017

A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) promove, do dia 26 de fevereiro ao dia 2 de março de 2018, a Missão de Internacionalização de empresas para as cidades de Lima, no Peru, e Bogotá, na Colômbia. A intenção é apoiar as empresas brasileiras que desejam expandir suas operações nesses países por meio de escritórios comerciais, centros de distribuição, serviços de pós-vendas e assistência técnica, lojas, entre outros investimentos diretos. As inscrições estão abertas até o dia 20 de novembro com o investimento de R$ 500,00 por empresa.

Na missão serão oferecidas informações sobre o ambiente de negócios e investimentos no Peru e na Colômbia, com o objetivo de acelerar o processo de expansão das empresas brasileiras. Os participantes receberão informações sobre como operar localmente, terão reuniões com prestadores de serviços relacionados à abertura de empresas, realizarão visitas técnicas, interações com empresas instaladas e receberão apoio na elaboração do Plano de Expansão Internacional de suas empresas.

(mais…)

Conselho aprova criação de Zona de Processamento de Exportação no Rio de Janeiro

publicado em 6 de dezembro de 2017

ZPE fluminense está inserida no distrito industrial de São João da Barra em área contígua ao Porto do Açu

O Conselho Nacional das Zonas de Processamento de Exportação (CZPE), presidido pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), recomendou à Presidência da República edição de decreto que cria a Zona de Processamento de Exportação de Açu.

A decisão foi tomada nesta quarta-feira durante a 22ª reunião do CZPE, conduzida pelo ministro Marcos Pereira. “A criação da ZPE do Açu representa um momento histórico e relevante para o Rio de Janeiro”, disse o ministro.

Proposta pelo governo do estado do Rio de Janeiro, a área indicada para a ZPE fluminense está inserida no distrito industrial de São João da Barra em área contígua ao Porto do Açu. Com 182,2 hectares, a administração dessa Zona de Processamento deverá ser concedida à iniciativa privada, por meio de processo de licitação a ser levado a cabo após a edição do decreto de sua criação. Caberá ao vencedor a responsabilidade com os custos de implantação do empreendimento, orçados em aproximadamente R$ 40,6 milhões.

(mais…)

Indústria pede apoio à adesão do Brasil à OCDE em encontro com empresários franceses

publicado em 6 de dezembro de 2017

O apoio da França ao processo de acessão do Brasil à Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) é fundamental para que o país possa, de forma célere, dar um impulso às reformas domésticas e melhorar o ambiente de negócios. Esse foi o recado do presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga de Andrade, aos mais de 50 empresários franceses que participaram do V Fórum Econômico Brasil-França, organizado pela CNI em parceria com o Movimento das Empresas da França (MDEF), nesta terça-feira (5), em Brasília.

“O momento atual, com a formalização do pedido de acessão à OCDE, apresenta oportunidades para promover alterações, por exemplo, no acordo para evitar a dupla tributação com a França, permitindo a rediscussão de cláusulas que o tornem mais favorável à competitividade das empresas brasileiras e francesas”, afirmou o presidente da CNI.

A CNI defende a modernização da atual rede brasileira de acordos para evitar a dupla tributação da renda para ampliar a competitividade aos investimentos do Brasil no exterior e estrangeiros no Brasil. Esses acordos tratam da tributação sobre: serviços, royalties, juros, dividendos e ganhos de capital na alienação de participação societária, e o modelo brasileiro é diferente do recomendado pela OCDE.

(mais…)

Setor agropecuário tem crescimento acumulado de 14,5% em 2017

publicado em 6 de dezembro de 2017

Dados estatísticos do PIB (Produto Interno Bruto) do terceiro trimestre deste ano, divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) na última sexta-feira (1), indicam que o crescimento acumulado da Agropecuária no ano foi de 14,5%.

Os demais setores, indústria e serviços tiveram contribuição negativa na formação do Produto Interno Bruto (PIB), cujas taxas acumuladas foram de -0,9% e -0,2%, respectivamente.

De acordo com o coordenador geral de Estudos e Análises do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, José Garcia Gasques, “esse resultado da agropecuária reflete, principalmente, a atual safra de grãos, que se encontra praticamente colhida. Destaca-se um conjunto de produtos agrícolas que vem puxando o crescimento tais como algodão, arroz, cana-de-açúcar, laranja, mandioca, milho, soja e uva. Na pecuária, destaque para suínos e leite”.

(mais…)

  • Anuncie Aqui

Página 1 de 25212345...102030...Última »