• Anuncie Aqui

Gulfood, em Dubai, terá participação de 100 empresas brasileiras

publicado em 16 de Fevereiro de 2018

Ao menos cem empresas brasileiras participarão da edição de 2018 da Gulfood, mais importante feira do setor de alimentos do Oriente Médio. A Câmara de Comércio Árabe Brasileira terá um estande na 23ª edição da mostra, que ocorre de domingo (18) a quarta-feira (22) no Dubai World Trade Centre, em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos.

Neste ano, a Gulfood terá mais de 90 mil metros quadrados de área de exposição e reunirá mais de 5 mil expositores. Segundo a organização, serão 120 pavilhões nacionais e são esperados mais de 97 mil visitantes de 185 países nos cinco dias da feira, entre compradores, expositores e gente ligada à indústria de alimentos e bebidas.

“Ano a ano cresce o número de empresas brasileiras participantes. Isso mostra que expor na Gulfood dá resultado”, afirmou Rubens Hannun, presidente da Câmara Árabe. Ele destacou que o principal mercado de exportação para o Brasil nos países árabes é o de alimentos e bebidas, e a Gulfood acaba sendo a feira mais atrativa da região para as empresas nacionais.

(mais…)

Balança comercial: superávit de US$ 2,631 bilhões em fevereiro

publicado em 15 de Fevereiro de 2018

O Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) divulgou hoje, excepcionalmente, o resultado da balança comercial brasileira nas duas primeiras semanas de fevereiro. No período, que totalizou sete dias úteis, as exportações somaram US$ 7,326 bilhões e as importações US$ 4,696 bilhões, resultando em um superávit de US$ 2,631 bilhões. A partir do próximo dia 19, a divulgação da balança comercial semanal voltará à sua rotina: às segundas-feiras, às 15h.

No acumulado do ano até a segunda semana de fevereiro, as vendas externas foram de US$ 24,294 bilhões e as compras de US$ 18,895 bilhões, o que gerou um saldo positivo de US$ 5,399 bilhões.

(mais…)

Setor portuário tem crescimento de 8,3% em 2017

publicado em 15 de Fevereiro de 2018

Aumentou a quantidade de toneladas e também de unidades de contêineres

O setor portuário brasileiro registrou um aumento de 8,3% na comparação de 2017 com 2016, e movimentou 1,086 bilhão de toneladas. Compreendido por portos públicos e terminais de uso privado, esse setor havia registrado, em 2016, uma movimentação de 1,002 bilhão de toneladas. Os números foram divulgados hoje (15) pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq).

A movimentação de contêineres aumentou tanto em toneladas quanto em unidades TEUs (sigla em inglês para Twenty-feet Equivalent Unity, unidade que equivale a um contêiner de 20 pés). Foram movimentados 106,2 milhões de toneladas (valor 6,1% superior ao registrado em 2016), transportadas em 9,3 milhões de TEUs (aumento de 5,7%).

A carga que apresentou maior incremento (10,3%) foi a de granel sólido, movimentando um total de 695,4 milhões de toneladas no ano passado. Milho e soja apresentaram crescimento de 71,8% e de 31,5%, respectivamente, na comparação 2017/2016. Já a movimentação de granel líquido registrou movimentação de 230,2 milhões de toneladas em 2017 – um crescimento de 3,8%, na comparação com o ano anterior. A movimentação da carga geral solta cresceu 7,6%, atingindo um total de 54,2 milhões de toneladas. De acordo com o levantamento, a importação de derivados de petróleo aumentou em 32%, enquanto a exportação de petróleo bruto aumentou 19%.

(mais…)

Brasil reforça negociações em Paris para entrar na OCDE

publicado em 14 de Fevereiro de 2018

O Brasil vai intensificar as negociações para o acesso do país à Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Enquanto tenta cumprir os pré-requisitos para se candidatar a membro-pleno, a representação diplomática ganhará reforço em Paris a partir de março, onde a OCDE e outros órgãos comerciais ficam sediados.

O embaixador Carlos Márcio Cozendey, atual subsecretário-geral de Assuntos Econômicos e Financeiros do Itamaraty, foi designado pelo presidente Michel Temer como delegado junto aos organismos internacionais de Paris, com uma equipe dedicada ao assunto. A decisão demonstra o interesse do Brasil no acesso ao órgão.

Antes de partir ao país europeu, Cozendey receberá o secretário-geral da OCDE, Angel Gurría, no Brasil em 28 de fevereiro, quando será lançada uma nova edição da pesquisa econômica que a organização faz sobre o Brasil.

(mais…)

Crescem as exportações brasileiras para o Catar

publicado em 12 de Fevereiro de 2018

Sete meses após um embargo econômico por terra, mar e ar decretado contra o Catar pela Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Bahrein e Egito, que provocou um temor generalizado em vários países sobre o futuro do comércio com esse rico país do Oriente, a situação é de alívio para as cerca de 250 empresas brasileiras que exportam para o Catar.

A justificativa para o embargo foi a de que o Catar estaria apoiando o terrorismo. A medida, contudo, não afetou as relações comerciais entre o Brasil e o Catar. Um balanço recente das trocas entre os dois países mostra que, embora ainda haja um saldo anual de US$ 25 milhões a favor do emirado árabe, os números mostram uma tendência de crescimento de vendas favorável ao Brasil no futuro próximo.

Esse crescimento é impulsionado por um aumento crescente das vendas para o Catar, ao mesmo tempo em que há uma redução gradativa das importações daquele país do Oriente Médio, fatores que podem gerar um superávit comercial para o Brasil já nos próximos meses.

(mais…)

Agronegócio foi responsável por 36,3% do total das exportações brasileiras em janeiro

publicado em 11 de Fevereiro de 2018

Em janeiro deste ano, as exportações do agronegócio chegaram a US$ 6,16 bilhões, resultado 4,9% maior que o do mesmo mês de 2017, US$ 5,87 bilhões. As importações foram de US$ 1,24 bilhão, e o saldo comercial no mês atingiu US$ 4,92 bilhões, frente a US$ 4,60 bilhões em janeiro do ano passado.

O agronegócio foi responsável por 36,3% de todas as exportações do Brasil no mês, informou o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Os setores que se destacaram foram o de carnes (19,3%); produtos florestais (18,7%); complexo soja (16,8%); complexo sucroalcooleiro (10,3%); e cereais, farinhas e preparações (8,9%).

No acumulado dos últimos 12 meses, o agronegócio exportou 12,2% a mais que no mesmo período de 2016, total de US$ 96,30 bilhões. As importações aumentaram 1%, chegando a US$ 14,12 bilhões, enquanto o saldo comercial foi de US$ 82,18 bilhões, contra US$ 71,84 bilhões anteriormente.

(mais…)

China e Hong Kong reduzem impacto do embargo russo para carne suína brasileira

publicado em 10 de Fevereiro de 2018

Exportações totais do setor chegam a 54,4 mil toneladas em janeiro

As fortes elevações dos embarques para a China e Hong Kong reduziram o impacto causado pelo embargo imposto pela Rússia à carne suína brasileira desde dezembro do ano passado, informa a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA).

O caso mais emblemático é o da China, que no primeiro mês de 2018 importou 13,5 mil toneladas, resultado que supera em 122% o volume embarcado para o mercado chinês em janeiro do ano passado. As vendas geraram receita de US$ 28,9 milhões, 131% acima do realizado no ano anterior.

Já Hong Kong incrementou suas importações em 23%, com 17,2 mil toneladas exportadas em janeiro de 2018. Em receita, o crescimento chegou a 27%, totalizando US$ 34,8 milhões.

(mais…)

Empresários egípcios vêm ao Brasil para a Apas

publicado em 8 de Fevereiro de 2018

Uma delegação com 22 representantes de companhias do país pretende visitar São Paulo na época da Feira da Associação Paulista de Supermercados, em maio.

A Câmara de Comércio Árabe Brasileira participou de seminário e reunião com o Conselho de Exportadores de Alimentos do Egito, organizados pelo Ministério da Indústria e Comércio do país, nesta quarta-feira (06), no Cairo. Cerca de 70 empresários egípcios compareceram ao encontro.

O presidente da Câmara Árabe, Rubens Hannun, o diretor-geral, Michel Alaby, e o assessor de projetos especiais da entidade, Tamer Mansour, falaram sobre o Fórum Econômico Brasil-Países Árabes, que será realizado no dia 02 de abril, em São Paulo, do acordo de livre comércio Mercosul-Egito e da participação de empresas árabes na Feira da Associação Paulista de Supermercados (Apas), em maio.

Segundo Mansour, o ministério egípcio pretende organizar uma missão comercial com 22 empresários do ramo de alimentos para vir ao Brasil na época da Apas, com apoio da Câmara Árabe. A entidade mantém na mostra há anos um pavilhão com estandes para expositores árabes. “Eles (os egípcios) nos disseram que gostariam de trabalhar mais próximos da Câmara Árabe”, declarou Mansour.

(mais…)

Camex aprova medidas relacionadas à política de Comércio Exterior brasileira

publicado em 7 de Fevereiro de 2018

Decisões entram em vigor quando forem publicadas no Diário Oficial da União

Na primeira reunião ordinária do ano, o Conselho de Ministros da Câmara de Comércio Exterior (Camex) analisou propostas relacionadas a vários temas da política comercial brasileira, tais como questões tarifárias, financiamento e garantia às exportações e promoção comercial. Foram aprovadas alterações na Lista de Exceções à Tarifa Externa Comum do Mercosul (Letec), e os ministros definiram um novo conceito de exportação de serviços, para melhorar o acesso a financiamento e garantia às exportações, entre outras medidas.

O Conselho de Ministros decidiu pela manutenção na Letec de seis tipos de defensivos agrícolas, o que beneficia os produtores rurais e consumidores finais, além de garantir competitividade ao agronegócio brasileiro. Assim, não haverá alteração na alíquota dos produtos: fipronil, clorpirifós, imidacloprido, metomil, carbendazim e tebutiourom, que estão classificados nos códigos 3808.91.99, 3808.92.99 e 3808.93.29 da Nomenclatura Comum do Mercosul (NCM). Com a decisão de hoje, os itens permanecem na Letec com 0% de Imposto de Importação.

(mais…)

Fluxo cambial ficou positivo em US$ 8,063 bilhões, em janeiro.

publicado em 7 de Fevereiro de 2018

Mais dólares entraram do que saíram no país no primeiro mês do ano. De acordo com dados do Banco Central (BC), divulgados hoje (7), o fluxo cambial ficou positivo em US$ 8,063 bilhões, em janeiro.

Em janeiro, o fluxo financeiro (investimentos em títulos, remessas de lucros e dividendos ao exterior e investimentos estrangeiros diretos, entre outras operações) registrou saldo positivo de US$ 5,527 bilhões.

O segmento comercial (operações de câmbio relacionadas a exportações e importações) ficou positivo em US$ 2,535 bilhões.

Nos dois primeiros dias deste mês, o saldo também ficou positivo em US$ 1,228 bilhão, com entrada líquida de US$ 736 milhões pelo fluxo comercial e US$ 492 milhões pelo segmento financeiro.

  • Anuncie Aqui

Página 1 de 26312345...102030...Última »