Brasil e EUA assinam memorando que encerra contencioso do algodão

publicado em 2 de outubro de 2014

ALGOD
Depois de mais de uma década de disputa, Brasil e Estados Unidos assinaram nesta quarta-feira, em Washington, o Memorando de Entendimento que encerra o contencioso do algodão. De acordo com nota divulgada pelo Ministério das Relações Exteriores (MRE), que integra a Câmara de Comércio Exterior (Camex) e esteve à frente das negociações, os Estados Unidos se comprometeram a efetuar ajustes no programa de crédito e garantia à exportação (GSM-102), que passará a operar dentro de parâmetros bilateralmente negociados, propiciando, assim, melhores condições de competitividade para os produtos brasileiros no mercado internacional.

Ainda segundo o MRE, o entendimento bilateral inclui pagamento adicional de US$ 300 milhões, com flexibilização para a aplicação dos recursos, o que contribui para atenuar prejuízos sofridos pelos produtores de algodão brasileiros. O MRE esclarece também que o acordo firmado se restringe apenas a este setor e preserva intactos os direitos brasileiros de questionar ante a Organização Mundial de Comércio (OMC), caso necessário, a nova lei agrícola norte-americana quanto às demais culturas.

(mais…)

Secretaria de Portos promove nova licitação para dragagem no Porto de Santos

publicado em 2 de outubro de 2014

PORTO DE SANTOS -
A Secretaria de Portos informa, em nota, que abrirá novo regime diferenciado de contratações (RDC), desta vez com escopo de serviços reduzido, para a execução dos serviços de dragagem e readequação do acesso aquaviário no Porto de Santos. Em 2014, dois processos licitatórios foram encerrados sem que houvesse vencedores. O último, na terça-feira (30).

A proposta da nova licitação terá orçamento aberto. O objetivo é tornar a licitação mais atrativa e ampliar o número de interessados.

As obras de dragagem no Porto de Santos fazem parte do Plano Nacional de Dragagem (PND-2), instituído pelo novo marco regulatório do setor portuário.

(mais…)

Queda nas vendas para a Argentina contribuiu para déficit da balança

publicado em 1 de outubro de 2014

Setor Têxtil
A queda nas vendas de manufaturados para a Argentina, que influencia a balança comercial desde o início do ano, está entre as principais razões para o déficit de setembro. No último mês, a balança ficou negativa em US$ 939 milhões, pior resultado para o mês desde 1998, quando houve déficit de US$ 1,2 bilhão. No acumulado do ano, o saldo está negativo em US$ 690 milhões. O resultado de setembro também foi impactado pelas reduções de preços e quantidade embarcada de commodities (produtos básicos com cotação internacional).

Na avaliação de Roberto Dantas, diretor do Departamento de Estatística e Apoio à Exportação do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, a Argentina é responsável por 77% da queda nas exportações de produtos industrializados em 2014, principalmente no setor automotivo. O país costumava ser o principal destino para os produtos manufaturados brasileiros. Mas, nos últimos meses, o posto passou a ser ocupado pelos Estados Unidos. Em setembro, o Brasil vendeu US$ 10,9 bilhões em produtos industrializados para os EUA e US$ 9,8 bilhões para a Argentina.

(mais…)

Fluxo cambial em setembro fica positivo em US$ 3,5 bilhões

publicado em 1 de outubro de 2014

O saldo de entrada e saída de dólares (fluxo cambial) até 26 de setembro ficou positivo em US$ 3,561 bilhões, conforme dados divulgados hoje (1º) pelo Banco Central (BC).

A maior parte do saldo positivo é do fluxo financeiro (investimentos em títulos, remessas de lucros, dividendos ao exterior e investimentos estrangeiros diretos, entre outras operações), com US$ 2,601 bilhões.

(mais…)

Abertas as inscrições do 4º Prêmio Naval de Qualidade e Sustentabilidade

publicado em 1 de outubro de 2014

sinaval
Qualidade e inovação, desenvolvimento sustentável, respeito ambiental e responsabilidade social são os valores atribuídos às boas práticas corporativas. Esse conjunto de valores compõe o Prêmio Naval de Qualidade e Sustentabilidade Acurcio de Oliveira (PNQS), lançado em 2011, e que comemora seu quarto ano de realização. As inscrições este ano para a 4ª edição do PQNS vão até o dia 24 de outubro. Podem participar estaleiros e empresas fornecedoras de produtos ou serviços para o setor de Construção e Reparação Naval e Offshore. O prêmio é uma iniciativa da Fundação Aro em parceria com o SINAVAL (Sindicato da Indústria de Construção e Reparação Naval e Offshore).

O PQNS reúne quatro níveis de premiação: dois por modalidade e dois por categorias de porte de empresas participantes. Os vencedores recebem o Troféu PNQS da modalidade correspondente, além do certificado e o selo. “O selo certifica que a empresa reúne qualificações para atender bem o mercado e de forma sustentável”, ressalta o presidente do Sinaval, Ariovaldo Rocha.

Para o diretor da Fundação Aro, Marcos de Oliveira, o selo é uma espécie de “passaporte das boas práticas corporativas”. “Além disso, ele pode ser impresso no material de comunicação da empresa vencedora durante o período de um ano, agregando valor à marca”, informa.

(mais…)

Balança comercial: déficit de US$ 939 milhões em setembro

publicado em 1 de outubro de 2014

ABALANÇA1
A balança comercial brasileira teve déficit (exportações menores que importações) de US$ 939 milhões em setembro. O valor resulta de US$ 19,617 bilhões em exportações e US$ 20,556 bilhões em importações. No acumulado do ano, é negativo em US$ 690 milhões. Os dados foram divulgados hoje (1º) pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

A média diária das exportações somou US$ 891,7 milhões, 10,2% inferior à registrada em setembro de 2013. Nas compras do Brasil no exterior, a média está em US$ 934,4 milhões, 4% acima do mesmo mês do ano passado. A média diária corresponde ao volume financeiro negociado por dia útil.

(mais…)

Sete empresas nacionais participam da Sweets & Snacks Middle East em Dubai

publicado em 1 de outubro de 2014

DOCES

Sete empresas nacionais participam da Sweets & Snacks Middle East, que acontece de 09 a 11 de novembro. Vendas do setor ao Oriente Médio já cresceram 10,3% até julho.

A Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados (Abicab) vai levar sete empresas nacionais para participar da feira Sweets & Snacks Middle East, que acontece de 09 a 11 de novembro, em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos.

Jazam, Montevérgine, Nugali, Peccin, Riclan, Simas e Vonpar irão expor seus produtos no evento, que é exclusivo para o setor de confeitaria e petiscos. É o segundo ano em que a Abicab leva companhias nacionais para a feira. Rodrigo Solano, gestor de Exportação da Abicab, conta que a participação em 2013 foi experimental, com três indústrias, mas trouxe bons resultados.

“Em 2013, fechamos US$ 1,6 milhão em negócios, o que dá uma média de US$ 533 mil por empresa. Se a gente repetir esse sucesso esse ano, devemos ter cerca de US$ 3,5 milhões em negócios”, prevê o executivo.

(mais…)

Camex reduz Imposto de Importação de dois produtos por desabastecimento

publicado em 30 de setembro de 2014

CAMEX
Foi publicada nesta terça-feira no Diário Oficial da União, a Resolução Camex n° 88, que aprovou a incorporação ao ordenamento jurídico brasileiro das diretrizes n°35/14 e nº39/14 da Comissão de Comércio do Mercosul. As diretrizes estabelecem reduções temporárias do Imposto de Importação por desabastecimento no mercado nacional, ao amparo da Resolução Grupo Mercado Comum no 08/08.

Os produtos que terão reduções de alíquota são as caseínas classificadas no código 3501.10.00 da Nomenclatura Comum do Mercosul (NCM), com redução de alíquota de 14% para 2%, para uma cota de 1.900 toneladas, pelo prazo de 12 meses e o óleo de palmiste refinado (NCM 1513.29.10) que terá redução tarifária de 10% para 2%, com cota 99.332 toneladas de 18 de outubro de 2014 até 16 de abril de 2015.

As caseínas são proteínas do leite utilizadas na fabricação de derivados lácteos, como queijos processados. Já o óleo de palmiste refinado, também conhecido como palm kernel oil (PKO) ou óleo de amêndoa de palma, é utilizado na fabricação de biodiesel para motores de combustão interna, na indústria cosmética, de sabões e sabonetes finos, detergentes, lubrificantes, na indústria oleoquímica, entre outras.

Camex altera Imposto de Importação para dois produtos derivados do gesso

(mais…)

Organics Brasil participa do estande brasileiro na SIAL

publicado em 30 de setembro de 2014

sial_1
A mais importante feria mundial de alimentos e bebidas, a SIAL, acontecerá em Paris, de 19 a 23 de outubro, com 6.300 expositores de 105 países e previsão de 150.000 visitantes, do varejo e comércio, fabricantes de alimentos e profissionais do foodservice.

O Organics Brasil vai participar no estande do Brasil, junto com outros projetos setoriais do agronegócio da Apex-Brasil, com quatro empresas associadas: Usibrás (castanha de caju), Weber Haus (cachaça), Brasilbev/Organique (bebida energética) e Bela Iaçá (açaí). O espaço do Brasil comportará perto de 40 empresas nacionais com vistas do mercado europeu.

(mais…)

CMN facilita aplicações de estrangeiros no mercado financeiro nacional

publicado em 30 de setembro de 2014

ADOLARES
Os investidores estrangeiros terão facilidade, a partir do próximo ano, para aplicar recursos no mercado financeiro e de capitais brasileiro. O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou nesta segunda-feira (29) resolução que autoriza não residentes no país a usar contas mantidas no Brasil para fazer aplicações. Eles também poderão emitir ordem de pagamento do exterior, em reais.

Até agora, apenas empréstimos e financiamentos no exterior e investimentos diretos (vinculados à geração de empregos) contavam com a possibilidade. Os aplicadores financeiros internacionais precisavam fazer duas operações de câmbio. Primeiro, transferindo recursos da conta no Brasil para o exterior. Em seguida, convertendo moeda estrangeira em reais para ingressar no país. A mudança está prevista para entrar em vigor em 2 de março de 2015.

(mais…)

  • Anuncie Aqui

Page 1 of 34712345...102030...Last »