• Anuncie Aqui

Governo lança consulta ao setor privado sobre Novo Processo de Importação

publicado em 21 de setembro de 2017

Mais de quarenta mil importadores serão beneficiados com novas funcionalidades do Portal Único de Comércio Exterior

O governo federal realiza, a partir de hoje e pelo prazo de 30 dias, consulta pública sobre o Novo Processo de Importação, no âmbito do Programa Portal Único de Comércio Exterior. A reformulação, que deve ser implementada até o fim de 2018, beneficiará mais de quarenta mil importadores.

A proposta, construída em estreita parceria com o setor privado, objetiva estabelecer procedimentos que darão maior eficiência e celeridade ao processo de importação, além de viabilizarem o controle mais eficaz e efetivo das operações.

As sugestões apresentadas por meio da consulta serão tecnicamente analisadas pela equipe técnica do Programa Portal Único de Comércio Exterior e, caso pertinentes, consideradas durante a próxima etapa do Projeto.

(mais…)

Grendene investe para crescer no mercado árabe

publicado em 21 de setembro de 2017

Indústria brasileira de calçados vem realizando ações para garantir manutenção e crescimento das vendas à região. Empresa tem 20 lojas em países árabes e espera abertura de novos pontos nos próximos anos.

A indústria brasileira Grendene, uma das maiores produtoras mundiais de calçados, tem realizado ações para garantir a manutenção e o crescimento das suas vendas nos países árabes, frente a um consumo afetado pelos preços menores do petróleo e pela instabilidade política regional.

“A Grendene acredita em uma recuperação gradativa, pois os países já realizaram algumas mudanças em suas políticas econômicas internas, garantindo o crescimento das vendas no varejo destes países, principalmente a Arábia Saudita”, afirmou o gerente de exportações da empresa, Mario Luiz de Oliveira, em entrevista à ANBA por email.

A Grendene tem forte presença no mercado árabe e, na região, exporta para Arábia Saudita, Argélia, Bahrein, Catar, Egito, Emirados Árabes Unidos, Iraque, Jordânia, Kuwait, Líbano, Líbia, Marrocos, Mauritânia, Omã, Sudão e Tunísia. Várias das suas marcas, como Melissa, Ipanema e Rider, são bem populares entre os consumidores árabes.

(mais…)

Camex reduz Imposto de Importação de fios de viscose por desabastecimento

publicado em 20 de setembro de 2017

Medida temporária entrou hoje em vigor com publicação de Resolução Camex n° 75/2017 no Diário Oficial da União

A Câmara de Comércio Exterior (Camex) reduziu de 18% para 2%, por um período de 12 meses, a alíquota do Imposto de Importação para o produto “fio de raiom viscose”, classificado no código 5403.31.00 da Nomenclatura Comum do Mercosul (NCM), com a seguinte especificação técnica: sem torção ou com torção não superior a 120 voltas por metro. A medida entrou hoje em vigor com a publicação da Resolução Camex nº 75/2017, no Diário Oficial da União (DOU). A compra externa com redução de imposto está limitada a uma cota de 1.249 toneladas.

O produto é o insumo inicial a ser submetido a processos de acabamento, retorção e tingimento. A matéria prima, obtida por meio do tratamento químico da celulose, é utilizada na indústria têxtil para produção de linhas de costura e de bordado, tecidos planos ou malhas.

(mais…)

Cinco empresas do setor de couro na feira Première Vision Paris

publicado em 20 de setembro de 2017

Criatividade, novas tecnologias e sustentabilidade estão na pauta dos visitantes, expositores e de todas as atividades inseridas na feira Première Vision Paris, dedicada à mostra de materiais para o desenvolvimento de coleções de moda premium, com 1.150 expositores. O evento, que teve início nesta terça-feira, 19 de setembro, em Paris, e segue até quinta-feira, tem a participação de cinco empresas do segmento do couro do Brasil expondo seus produtos com o apoio do projeto Brazilian Leather. O projeto é uma iniciativa do Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB) e da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) para a promoção do couro nacional no mercado externo.

O Curtume Rusan é um dos participantes brasileiros da Première Vision e teve cinco de seus artigos selecionados para o espaço de tendências da feira – um dos ambientes mais privilegiados da mostra. Nova Kaeru, outra empresa nacional, também foi destaque no espaço de tendências com uma pele (de Pirarucu, sua especialidade) e, com o mesmo material, ganhou as luzes de toda a feira como vencedora do PV Awards. Esta premiação reconhece os melhores têxteis e couros expostos em todo o evento e, neste ano, teve como presidente do júri o ator e diretor de cinema, empresário do segmento de moda, John Malkovich.

(mais…)

Fabricantes de cerâmica buscam negócios em feira no Texas

publicado em 20 de setembro de 2017

A sexta edição do BCTE – Brazil Ceramic Tiles Experience acontecerá entre os dias 11 e 14 de outubro, no Texas, EUA, com foco total na realização de inúmeros negócios entre fabricantes brasileiros e os importadores de revestimentos cerâmicos de diferentes mercados. Promovido pela ANFACER (Associação Nacional dos Fabricantes de Cerâmicas para Revestimentos, Louças e Congêneres) com apoio da Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), a ação contará com 23 empresas nacionais fabricantes de cerâmica e compradores internacionais do Canadá, EUA e México.

A edição de 2017 do BCTE contará com as seguintes empresas: Alfagres, Angelgres, Antigua, Buschinelli, Carmelo Fior, Cecrisa, Cerâmica Almeida, Cerâmica Elizabeth, Cerâmica Lanzi, Cerbras, Cristofoletti, Eliane, Embramaco, Incefra, Itagres, Jatobá, Karina Pisos, LEF, Pamesa, Pointer, Savane, Vidro Real e Villagres.

(mais…)

Empresários do Catar têm encontro com empresas brasileiras

publicado em 19 de setembro de 2017

Empresários do país árabe desembarcam em São Paulo na próxima semana e participam de rodada de negócios com empresas nacionais na terça-feira (26).

Um grupo de empresários do Catar desembarcará em São Paulo na semana que vem com intenção de fechar negócios com brasileiros. Liderada pelo Qatar Development Bank (QDB), a missão do país árabe será a maior a visitar o Brasil, de acordo com o diretor geral da Câmara de Comércio Árabe Brasileira, Michel Alaby, que destaca o interesse deles em promover o intercâmbio comercial com o País.

“Eles estiveram aqui na Apas Show para estudar o mercado. Agora, querem buscar algo mais efetivo”, disse o executivo, citando a feira promovida pela Associação Paulista de Supermercados no começo de maio. O QDB foi um dos expositores presentes no espaço organizado pela Câmara Árabe no evento.

(mais…)

Confira as missões internacionais de negócios de setembro e outubro

publicado em 19 de setembro de 2017

CNI, federações de indústrias e Apex-Brasil promovem missões empresariais no Brasil, na América Central, na Ásia e na Europa para apoiar a internacionalização de empresas brasileiras

Última edição da Canton Fair, na China, atraiu 196 mil compradores

Até o fim de setembro e ao longo de outubro, empresários brasileiros têm muitas oportunidades para participar de algumas das maiores feiras industriais do mundo. As missões são organizadas pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), por meio da Rede Brasileira de Centros Internacionais de Negócios (Rede CIN), e pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), com apoio das federações estaduais de indústrias.

(mais…)

Balança comercial: terceira semana de setembro tem superávit de US$ 1,080 bilhão

publicado em 18 de setembro de 2017

No ano, as exportações são de US$ 155,050 bilhões e as importações, US$ 104,491 bilhões, com saldo positivo de US$ 50,560 bilhões.

Na terceira semana de setembro, a balança comercial brasileira registrou superávit de US$ 1,080 bilhão, resultado de exportações no valor de US$ 4,550 bilhões e importações de US$ 3,470 bilhões. No mês, as exportações chegam a US$ 9,108 bilhões e as importações, a US$ 6,654 bilhões, com saldo positivo de US$ 2,454 bilhões. No ano, as exportações são de US$ 155,050 bilhões e as importações, US$ 104,491 bilhões, com saldo positivo de US$ 50,560 bilhões.

A média das exportações da terceira semana (US$ 910 milhões) ficou 0,2% abaixo da média até a segunda semana (US$ 911,6 milhões), em razão da queda nos embarques de produtos manufaturados (19,1%, por conta, principalmente, de aviões, óleos combustíveis, motores e turbinas para aviação, óxidos e hidróxidos de alumínio, e suco de laranja não congelado). Por outro lado, cresceram as vendas de produtos semimanufaturados (25,6%, em razão de celulose, semimanufaturados de ferro e aço, açúcar em bruto, ouro em formas semimanufaturadas, e alumínio em bruto) e de produtos básicos (7,5%, por conta de petróleo em bruto, minério de ferro, farelo de soja, soja em grãos, e carnes salgadas).

(mais…)

Exportações de frangos e suínos devem encerrar 2017 estáveis

publicado em 18 de setembro de 2017

As exportações brasileiras de carne de frango superaram a marca de 400 mil toneladas no mês de agosto. Ao todo, foram exportadas 416,8 mil toneladas no oitavo mês de 2017, resultado que supera em 14,6% o volume embarcado em igual período do ano passado. O volume, de acordo com dados da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), é o terceiro maior da história do setor.

Com esse desempenho, a expectativa dos produtores é fechar 2017 com resultado similar ao realizado no ano passado. “Esperamos repetir, tanto em aves quanto em suínos, os resultados alcançados em 2016, com possibilidade de alta de 1%. Em aves, exportamos 4,3 milhões de toneladas. De suínos, foram 732 mil toneladas”, estima Francisco Turra, presidente-executivo da ABPA.

Em relação à exportação de frango, tanto in natura como processado, o saldo das vendas gerou receita de US$ 690,6 milhões, desempenho 13,1% superior ao obtido em agosto de 2016, com US$ 610,5 milhões.

(mais…)

Projeto da CNI vai ajudar empresas a adequarem embalagens para conquistar mercado internacional

publicado em 17 de setembro de 2017

No piloto, desenvolvido pela Rede CIN e pelo SENAI, serão selecionadas 12 empresas dos setores de alimentos, bebidas, cosméticos e confecção de Goiás, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro e Santa Catarina com bom potencial de exportação.

Não se pode julgar um produto pela embalagem, certo? Na prática não é bem assim. Consumidores estão cada vez mais exigentes quanto ao design e às funcionalidades das embalagens. A qualidade e a adequação têm impactos na cadeia de produção e exportação muito antes de chegar ao consumidor final. Pensando nisso, a Rede Brasileira de Centros Internacionais de Negócios (Rede CIN), coordenada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) desenvolveram um projeto para ajudar pequenas e médias empresas brasileiras a fazer da embalagem uma vantagem para abrir novos mercados no exterior.

Para isso, o piloto selecionará 12 empresas dos setores de alimentos, bebidas, cosméticos e confecção de Goiás, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro e Santa Catarina com bom potencial de exportação. Elas receberão atendimento coordenado entre os CINs, instalados nas federações estaduais de indústrias, e o SENAI. A Rede CIN entrará com a inteligência comercial e o apoio à promoção de negócios e o SENAI com a execução técnica da adequação das embalagens. Assim, o projeto compreenderá prospecção de mercados externos, análise das empresas selecionadas, plano de adequação de embalagens com foco no mercado alvo, implementação das mudanças na embalagem, apoio especializado para negociação com compradores até a exportação efetiva.

(mais…)

  • Anuncie Aqui

Página 1 de 23712345...102030...Última »